Publicidade

Especial mulheres: 10 dicas para empreender!

As melhores dicas para melhorar suas finanças...
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Empreender em tempos de crise é um desafio! Pensando nisso, preparamos 10 dicas para você mulher crescer e manter suas finanças em dia, acompanhe!

O último ano nos trouxe muitos desafios e muitas pessoas têm encontrado dificuldade em organizar as suas finanças pessoais, assim como empreender.

Publicidade


Em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres, trazemos um artigo com 10 dicas para você, mulher empreendedora, aumentar seus lucros em 2021.

Empreendendo durante a pandemia: novas oportunidades

Publicidade

O avanço da pandemia do novo Coronavírus impôs uma nova realidade a todos nós. Todos precisamos nos adaptar, de uma forma ou de outra.

Publicidade


Além das dificuldades impostas ao nosso convívio, também surgiram as dificuldades em iniciar uma segunda atividade a fim de ter uma renda extra ou manter um novo empreendimento, pegando muita gente de surpresa. 

Apesar desses obstáculos, também surgiram muitas novas oportunidades, e muita gente aproveitou desse momento para inovar e crescer.

Como aponta o Portal do Empreendedor do governo federal, em 2020 houve mais de 1,15 milhão de novos microempreendedores formalizados.

Publicidade


Então, muito embora o cenário seja um pouco nebuloso em função da pandemia, existem formas de alcançar o sucesso no seu empreendimento.

Publicidade

Vamos ver 10 dicas que fazem toda a diferença em levar o seu empreendimento para o próximo nível.

1. Conheça bem o seu ramo de negócio

Publicidade


O cenário do mercado atual pode parecer um pouco instável, mas a verdade é que existem inúmeras oportunidades para se fazer negócio, mesmo em tempos de crise.

Não importa se você está começando um novo empreendimento ou se você já tem o seu negócio montado, conhecer melhor o seu negócio e o seu ramo é sempre a melhor dica.

Neste sentido, é importante entender e pesquisar sobre como funciona o seu ramo de negócio, quem é o seu público-alvo, como funcionam as negociações para esse ramo etc.

Publicidade
Publicidade


Conhecer bem o seu ramo de negócio te deixa mais preparada para negociar e se posicionar no mercado.

É importante também reconhecer os seus concorrentes, o que vai te dar uma visão prática de como o seu ramo de negócio funciona na prática.

2. Organize-se: ordem e progresso

Publicidade


Como dissemos, não importa se você está começando um novo negócio ou se já atua.

Nesses dois cenários, é sempre importante que você dê valor à organização, e estamos falando de uma organização em sentido amplo aqui.

Publicidade

É muito importante ter as suas finanças organizadas e bem planejadas, pois é a partir do seu capital que você poderá tomar as decisões mais importantes de investimento.

Publicidade


A mesma coisa se aplica à rotina do seu empreendimento: é preciso que você otimize o seu tempo de produção, e a organização é o primeiro passo para isso.

O conceito de otimização nos leva a nossa próxima dica:

3. Otimize o seu tempo e a sua produção

Publicidade


Otimizar significa tornar algo mais eficiente, valioso. E, neste sentido, é importante que você, enquanto empreendedora, saiba como otimizar o seu trabalho.

Publicidade

Uma vez que você organiza a sua empresa e passa ter uma visão mais ampla da sua real situação e daquilo que você precisa alcançar, chegou o momento de otimizar todos os seus recursos.

Isso vale para todos os seus setores, incluindo o orçamento e as finanças, seus colaboradores e seus meios de produção e de venda do seu produto ou serviço.

Publicidade


Procure por formas para tornar tudo mais eficiente, sem comprometer a qualidade do seu serviço ou do seu produto.

Então, encontre meios de otimizar as suas contas e dos seus processos produtivos, atribuindo maior valor à cada tarefa executada, pois cada tarefa gera um retorno.

Outra dica importante neste sentido é a seguinte: não se acomode! Sempre reveja parcerias, contratos, negociações. A otimização é um objetivo constante.

Publicidade
Publicidade


4. Encontre novas formas de atendimento

As medidas de segurança para conter o avanço da pandemia nos últimos meses tem imposto alguns limites ao atendimento ao cliente.

Neste sentido, é importante você se orientar para novos meios de atender ao seu cliente e garantir que estes meios sejam eficientes.

Publicidade


Conhecendo o seu negócio e a sua realidade de negócios, quais são as formas que você pode adotar para alcançar o seu cliente e garantir um serviço de qualidade?

Pesquise os seus concorrentes, consulte aos seus clientes, faça testes – o importante é encontrar uma via para alcançar o seu cliente.

Publicidade

Você pode atender pelo Whatsapp, pelo Facebook, Instagram, seu próprio aplicativo etc. São várias as possibilidades.

Publicidade


5. Aprenda o básico sobre as mídias digitais e marketing digital

O cenário de pandemia trouxe uma explosão do mercado on-line e muitas empresas, grandes e pequenas, tem migrado seus serviços e produtos para estas plataformas digitais.

Cada vez mais as pessoas se acostumam a fazer compras por meios on-line, como sites, redes sociais e até aplicativos de mensagens como WhatsApp ou Telegram.

Publicidade


Aprender a aproveitar melhor estas plataformas e entender o básico sobre como funciona o marketing digital pode te ajudar muito.

Publicidade

Ter uma presença on-line é imprescindível para praticamente todos os segmentos de negócios atualmente, então não deixe de aproveitar as oportunidades do mundo digital.

6. Prepare-se para imprevistos

Publicidade


Imprevistos sempre acontecem – às vezes é necessária uma reforma de urgência, ou quitar os direitos trabalhistas de algum funcionário.

Enfim, são várias as situações que podem te pegar desprevenida e comprometer a eficiência e produtividade do seu negócio, ou atrapalhar seus planos de investimentos.

Por isso, é importante que você esteja minimamente preparada para enfrentar alguns problemas.

Publicidade
Publicidade


Neste sentido, é importante que você procure criar uma pequena reserva de capital. Você pode inclusive fazer isso a título de investimento.

Por exemplo, muitos bancos digitais oferecem investimentos simples que rendem mais que a poupança.

Assim, você pode deixar um dinheiro guardado que não vai estar necessariamente parado, mas que também lhe renderá algum retorno.

Lembre-se: otimização é um conceito constante no seu empreendimento, e isso aplica-se às finanças também. 

Publicidade


7. Reduza custos e procure vantagens

A ideia aqui é muito simples, mas muito efetiva: você deve procurar meio de reduzir os seus custos de operação e aumentar as suas vantagens.

Publicidade

Ou seja, procure meios de tirar maior proveito sobre aquilo que já faz parte das suas despesas, como no exemplo que demos na dica anterior.

Por exemplo, você está usando um cartão de crédito que lhe dá vantagens, como cashback ou remuneração em milhas

Publicidade


A sua máquina de cartão te dá mais prejuízo do que lucro? Existe outra opção que possa substitui-la?

No mesmo sentido, será que vale a pena pagar centenas de reais por um cartão de crédito enquanto há tantas opções sem anuidade?

Outra dica excelente é sempre pagar as suas contas em dia para evitar juros e multas, assim como negociar bons prazos nos seus pagamentos.

Publicidade


Avalie aquilo que já faz parte do seu empreendimento e encontre meio de torná-los menos onerosos e mais vantajosos para você e seu empreendimento!

Conheça o novo cartão Caixa ELO Mulher, o novo cartão da Caixa que conta com diversas vantagens para as mulheres empreendedoras!

Publicidade

8. Não misture as finanças pessoais com as da empresa

Esta é uma dica que nunca pode faltar, mas que muita gente acaba ignorando. 

Publicidade


Não misture as suas contas pessoais com as contas da empresa, pois é importante que você tenha um registro de tudo que acontece no seu empreendimento.

Uma regra de ouro da administração é “ter tudo na ponta do lápis”: é essencial que você possa ter uma visão real da sua empresa, sobretudo quanto ao dinheiro.

Esta regra te ajuda a não misturar as coisas. Manter um bom balanço empresarial é essencial para se manter a saúde da sua empresa.

Publicidade
Publicidade


9. Foque no diferencial

Todas essas dicas servem para você identificar o diferencial do seu produto. A melhor dica que podemos dar é que você se diferencie do seu concorrente.

Considerando as recentes mudanças no mercado e todas as implicações da pandemia, o atendimento e o serviço de delivery são pontos que não podem ser ignorados.

Publicidade


Esses são pontos pelos quais você pode se diferenciar, ao aproveitar ao máximo os meios de atendimento ao cliente.

Não deixe também de garantir a boa qualidade do seu produto ou serviço, que sempre é o maior diferencial, assim como o preço.

Publicidade

10. Seja flexível

Publicidade


O contexto da pandemia nos mostrou a necessidade de sermos flexíveis e adotar novos meios e métodos de manter os nossos empreendimentos.

Nem sempre é possível manter uma situação ou adotar determinada ideia, pois o cenário do mercado pode não condizer com esse momento.

Por isso, não deixe de avaliar novas possibilidades, ouvir novas ideias e adotar novas estratégias. Voltamos a repetir: não se acomode!

Publicidade


Estas foram 10 dicas para empreender em 2021 e que podem fazer toda a diferença na sua empresa.

Conheça também como várias pessoas tem encontrado oportunidades para sair do vermelho nessa pandemia.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Publicidade